quinta-feira, 1 de abril de 2010

Academia de letras,Nestor de Oliveira e a musica de Bob Dylan

O decote,o cheiro,a boca,tudo naquela pessoa era hipnótico para o poeta,a presença na "ALSA" de uma criatura com pretensões literárias imaturas e uma beleza mulata,com um salto alto vermelho,todos voltavam o olhar para tão estranha aparição,mas foi ele quem ousou a enviar-lhe versos do "Nestor" via SMS

Canta baixinho,agora,
a canção mais dolente que o teu seio aninhou,
para que chegue o sono e traga o esquecimento
a névoa do abandono,
a quem sonhou demais
perdidamente em vão...
Abre um raio de sol no meu sombrio outono,
nina meu coração
                                                                Nestor de Oliveira


Já existia um esboço do amor,antes desta mensagem,porem esqueceram que era verão,o calor dos corpos desesperados,liquidos,ébrios,não deixou colorir em guache o papel,rompeu com a densa pincelada,rasgou-se,mesmo sendo "Canson".Ficou um pedaço em azul aguado,com linda luminosidade.A "mulata",guardou na gaveta de lembranças que sua avó deixou.O poeta,ficou com a parte em cor de rosa,que colocou ao lado das canções de Bob Dylan,na voz de Sara Lowndes


P.S:Nestor de Oliveira é um dos maiores poetas da cidade de Santo Amaro-Ba,foi professor de várias personalidades que aqui nasceram,exemplo,Caetano Veloso,sua poetica é belissima,de uma delicadeza refinada,elegante,bom para os amantes demonstrarem seus devaneios romanticos,sem melação.

Um comentário:

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

esse foi um dos melhores textos seus