quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Sentimento morto ,amordaçado,volta a incomodar

Pensei que entre nós ficaria a amizade,achava que ela prevaleceria,mas ontem não foi isso que vivemos,não suportamos as verdades que achamos um do outro,não aguentamos abraços irmãos,você sabe minha casa se abre em copas para que você possa entrar,mas meu coração,ele está trancado,minha mente sabe que não somos paz e ela quer "sossego",não consigo a leveza ao seu lado,nunca conheci ela estando contigo,quando você resolveu me domar,eu estava no chão,como diz,a onça estava ferida,foi mais fácil me entregar a ti,mas sou espalhafatosa,e preciso de beijos escandalosos,mãos dadas e exibidas,e além de todas as coisas mandar,possuir,contigo jamais haveria essa coisa romântica que eu detesto,mas não posso fugir,não se foge da propia natureza.A contemplação que tenho pelo seu carater,sua inteligencia,me deixam perdida,você diz que minha carne é puro Carnaval,e que eu só penso na juventude adolescente do meu espírito,Carnaval e juventude,não é só disso que é feita a minha madeira,você sabe que tenho um imenso espírito de amor,materno e amigo,sempre me disse isso,não quero ficar sem te ver,como me disseste "sinto saudade de nossas conversas",sou carne,mas sou muito mais verbo.Quando te falei que "te amaria e isso era pra sempre",não menti,te amo,estou sofrendo,porque sei que até que possamos entender que esse amor é irmão,poderemos,ficar nos ferindo numa relação incestuosa,não vou fugir de você,nossa história vai sobreviver aos desejos da carne,nosso amor é tão sublime,a vida quis que nos encontrássemos,no momento que achamos que foi o pior de nós dois,você me fez mais feliz,estava tão sozinha,tão sua,eu te fiz feliz,te pintei com minhas cores,que fique entre nós a certeza de estarmos vivos e que como diz uma das nossas canções "VALEU"!

Nenhum comentário: